7 – Equipamentos

 

7.1. DE USO RECOMENDADO

 

7.1.1. Cada participante deverá apresentar sua bike revisada e em perfeita condição de uso.

 

7.1.2. Cada participante deverá utilizar calçados e roupas apropriados para o pedal, óculos, recipiente para lixo, kit com alimentação leve, kit de primeiros socorros e kit de hidratação (squeeze, camelback, etc.).

 

7.2. DE USO OBRIGATÓRIO

 

7.2.1. É obrigatório o uso de máscaras de proteção em qualquer contato com o staff ou terceiros.

 

7.2.2. É obrigatório o uso de capacete e luvas em qualquer deslocamento com a bike.

 

7.2.3. É obrigatório o porte de documento com foto e CPF para identificação na largada e durante a prova.

 

7.2.4. O transporte do(s) equipamento(s) de GPS da organização. Em caso de perda, extravio ou destruição (total ou parcial) destes o participante deverá pagar o valor de reposição do mesmo, de acordo com o termo de responsabilidade entregue na largada.

 

IMPORTANTE – A verificação se os GPS estão ligados e o seu correto transporte durante a competição é responsabilidade exclusiva do competidor. Estes equipamentos não devem ser manuseados em nenhuma hipótese. Estes equipamentos não devem ser guardados embaixo de reservatórios de água. Estes equipamentos não devem ser molhados ou lavados, muito menos colocados em contato com barro ou terra. Caso os equipamentos não coletem os dados da equipe durante a prova, parcial ou integralmente, a mesma não terá informação sobre sua passagem, recebendo a penalização de PC perdido nos pontos de falha de captação, não cabendo recurso ou reparação de qualquer espécie.

 

8 – Apuração do Desempenho dos Competidores

 

8.1. A apuração será eletrônica. A coleta das informações das equipes será realizada por equipamentos de GPS e/ou por coletores de dados.

 

8.2. A ORGANIZAÇÃO fornecerá o relógio oficial do evento, que será a base de todas as atividades da prova, devendo estar disponível aos competidores, no máximo, trinta minutos antes da largada do primeiro.

 

8.3. POSTOS DE CONTROLE – PC’s

 

8.3.1. Os PC’s serão plotados no percurso durante a montagem da prova, em locais de conhecimento exclusivamente da ORGANIZAÇÃO e das pessoas autorizadas do staff, podendo estar ou não nas referências da planilha e/ou em ordem numérica.

 

8.3.2. Os PC’s poderão ser de tempo, roteiro, virtual, móvel, “de erro” (punição) ou de informação:

 

8.3.3. A ORGANIZAÇÃO determinará o tempo IDEAL de passagem em cada PC que será comparado com o tempo REAL de passagem colhido nos GPS da ORGANIZAÇÃO.

 

8.3.4. Para cada PC haverá uma “janela” de tempo, considerando o tempo ideal de passagem Do competidor (de 10 a 20 minutos – entre 5 e 10 minutos atrasados ou adiantados). Esta “janela” será determinada pela ORGANIZAÇÃO em função da montagem do percurso, e os competidores que passarem pelos PC’s fora dos limites da “janela” sofrerão a penalidade de PC perdido, de acordo com o item 4 do Capítulo 10 - RESULTADOS.

 

8.3.5. Caso aconteça pane em algum equipamento de GPS e não seja possível a utilização de seus dados para a apuração do desempenho de algum competidor na prova a ORGANIZAÇÃO decidirá sobre a melhor forma de classificação (ou não) do competidor, sem direito à recursos ou contestações.

 

8.3.6. A critério da ORGANIZAÇÃO, por eventuais necessidades técnicas ou físicas, um PC de tempo ou virtual poderá ser convertido em PC de roteiro, sendo penalizadas as equipes que por ele não tenham passado.